CLUBCASALEIRO
Bem vindo Casaleiro.

CLUBCASALEIRO


 
InícioCalendárioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Grande noticia a todos Casaleiros

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 814
Pontos : 5724
Data de inscrição : 09/06/2011

MensagemAssunto: Grande noticia a todos Casaleiros   Sab Jul 28, 2012 4:51 pm

Pois é como diz o titulo finalmente,mas finalmente está mais que aprovado e já foi assinado pelo Presidente da Republica e já está colado no diário da republica

leiam e chorem

Cria o regime jurídico da declaração de conformidade do motociclo histórico

Preâmbulo

A preservação da memória histórica é um elemento importante para a cultura nacional e, em determinadas expressões, funciona também como um pólo dinamizador de práticas associativas ou individuais de coleccionismo. Existe em Portugal um imenso património de veículos motorizados de duas rodas cuja produção remonta há mais de trinta anos e que constituem nos dias de hoje autênticas peças da memória colectiva nacional.

Estes veículos, importantes na manutenção e dinâmica do movimento coleccionista ou apenas centro de um hobby praticado por alguns com a dedicação que naturalmente exige, correspondem a diversos períodos históricos, assim reflectindo quer as tendências estéticas quer as industriais de cada uma das épocas a que remontam, independentemente de serem ou não veículos de produção nacional.

Existe um mercado de importação deste tipo de veículos, mas existe também um importante movimento de recuperação e manutenção de motociclos antigos que já circularam em território nacional, movimento esse corporizado essencialmente por entusiastas do mundo das duas rodas e também por alguns coleccionadores de automóveis antigos. No entanto, embora se estime que possam existir cerca de 20 mil motociclos antigos mantidos em condições de preservação adequadas em Portugal, esse número poderia ser significativamente incrementado se o enquadramento legal permitisse considerar todo esse vasto património nacional como um legado cultural e histórico do país, embora sob tutela privada dos proprietários.

Para tal basta que a legislação regulamente formas expeditas de legalização e declaração de conformidade desses veículos, assim permitindo que seja alargado o número de veículos preservados, diminuindo o número de motociclos com valor histórico que são encaminhados para abate, que são desmantelados ou exportados ou que, pura e simplesmente, se degradam abandonados. Tendo em conta a forma como durante muitos anos a utilização do motociclo, particularmente de baixas cilindradas proliferou pelo país, existem ainda hoje diversos exemplares de veículos com relevante interesse histórico e cultural sobre os quais não existe porém qualquer tipo de registo de propriedade ou livrete.

No entanto, essa é uma das condições para a sua actual legalização por parte do proprietário. Isso significa que muitos potenciais coleccionadores não podem legalizar um motociclo, independentemente do seu valor cultural por ausência de documentos. Enquanto que no quadro dos automóveis muito raramente se coloca este problema, no âmbito dos motociclos é frequente encontrar veículos, designadamente os de baixa cilindrada e muitas vezes de produção nacional entretanto descontinuada, sem qualquer documento que os acompanhe. É frequente que famílias mantenham motociclos antigos que tenham vindo a passar de geração em geração sem que hoje se guarde a licença ou os documentos legais correspondentes ao motociclo.
O regime legal que o Grupo Parlamentar do Partido Comunista Português agora propõe parte precisamente do princípio da agilização de procedimentos para que não se limite uma actividade essencialmente lúdica por motivos que se prendem principalmente com questões administrativas ou burocráticas, particularmente quando dessa actividade pode, em verdade, resultar benefício para a preservação a memória histórica nacional.

Simultaneamente e como resultado de um conjunto de contactos que o PCP levou a cabo com colecionadores e especialistas, importa alargar o conceito de veículo histórico, que actualmente se baseia na data de fabrico, para uma noção mais dinâmica que se baseie na idade do veículo contada a partir dessa data ou da sua primeira matrícula. Como já é praticado, por força das estruturas associativas do sector, na vertente automóvel, propõe também o PCP a contemplação legal de um regime de credenciação e declaração da conformidade com os requisitos técnicos, mecânicos e estéticos que faculte ao proprietário de cada veículo também a possibilidade de obviar ao cumprimento de requisitos legais definidos para automóveis e motociclos modernos. Não é justo ou sequer praticável exigir ao proprietário de um motociclo antigo com mais de 30 anos que o seu veículo cumpra os limites legais de emissão de dióxido de carbono ou de emissão de ruído. No entanto, não corre o país perigo de aumentar as suas emissões gases com efeito de estufa por esta via tendo em conta que o número de veículos no cumprimento da conformidade prevista no presente Projecto de Lei será sempre em número muito pouco importante no quadro geral do parque de motociclos nacional. Da mesma forma, o conceito dinâmico de “idade” em vez de “data de produção” faz com que o número de veículos antigos que não estejam em condições de cumprir as actuais limitações legais de ruído e emissão de anidrido carbónico tenda a ser um número estável ou decrescente.

Nesse sentido, o Grupo Parlamentar do Partido Comunista Português, apresenta o seguinte Projecto de Lei:

Artigo 1º
Objecto

A presente lei regula o regime de matrícula, inspecção técnica periódica e homologação de motociclos históricos.

Artigo 2º
Definições

Para os efeitos da presente lei, entende-se por “Motociclo histórico”, todo o motociclo de duas ou três rodas, com ou sem carro lateral, desde que possua mais de 30 anos desde a data do seu fabrico ou da primeira matrícula, mantenha as características estéticas, mecânicas e ciclísticas de origem e se encontre em condições de circulação e manutenção adequadas.

Artigo 3º
Matrícula de identificação de Motociclo Histórico

1. Os motociclos históricos são identificados por chapa de matrícula própria, de dimensões ajustadas à necessidade de preservação das características estéticas do motociclo, podendo ser mantida a chapa de matrícula original.
2. Deve ser afixado em local visível do motociclo um dístico com a letra “H” em maiúscula que identifique a sua marca, o modelo e o ano de fabrico.
3. Os proprietários de motociclos sem matrícula podem requerer uma nova que respeite as características estéticas da época do fabrico do referido veículo.

Artigo 4º
Declaração de conformidade de Motociclo Histórico

1. A entidade federativa ou associativa nacional que tutela a prática do motociclismo e que seja dotada de utilidade pública desportiva, determinará o cumprimento dos requisitos técnicos para obtenção da declaração de conformidade do Motociclo Histórico, de acordo com as características de cada modelo e marca, tendo em conta o ano de produção, o qual constará de caderneta própria, emitida pela referida Federação.
2. As características e requisitos técnicos, estéticos, mecânicos e ciclísticos de cada modelo e marca, em função do ano de fabrico, são estabelecidos por regulamento técnico da referida entidade federativa ou associativa.
3. A caderneta referida no n.º 1 do presente artigo assegura e atesta a conformidade do motociclo em causa para efeitos do Registo Nacional de Motociclos Históricos e obtenção da chapa de matrícula.

Artigo 5º
Registo Nacional de Motociclos Históricos

A entidade referida no artigo anterior mantém actualizado um Registo Nacional de Motociclos Históricos, em função das declarações de conformidade que emitir, e envia anualmente um relatório ao Instituto da Mobilidade e Transportes Terrestres.

Artigo 6º
Identificação e Registo de Motociclos Históricos

1. A identificação e registo de motociclos históricos é da responsabilidade do Instituto da Mobilidade e Transportes Terrestres (IMTT), através da emissão da respectiva chapa mediante apresentação de declaração de conformidade e registo de propriedade, livrete ou documento único automóvel correspondentes ao motociclo em causa.
2. Na ausência de registo de propriedade, livrete ou documento único automóvel, o IMTT emite chapa de identificação desde que exista declaração de conformidade e não exista queixa apresentada aos órgãos de polícia criminal ou entidades judiciárias relativas ao seu roubo ou furto.
3. Para efeitos do número anterior é apresentada pela Polícia de Segurança Pública ou Guarda Nacional Republicana, consoante a área de jurisdição, uma declaração que atesta a inexistência de queixa relativa ao furto ou roubo do veículo.
4. As taxas a cobrar pelos serviços do IMTT referidos nos números anteriores serão definidas por portaria do Ministério da tutela.

Artigo 7º
Inspecções técnicas periódicas e renovação da declaração de conformidade

1. Os motociclos históricos estão sujeitos a inspecção técnica periódica a realizar de dez em dez anos pela entidade federativa ou associativa que tutela a prática do motociclismo e possua estatuto de utilidade pública desportiva, em articulação com os centros de inspecção automóvel e IMTT.
2. A validade de cada caderneta e declaração de conformidade é de dez anos, só podendo ser renovada em caso de verificação da conformidade em inspecção técnica periódica.
3. Os motociclos históricos são dispensados de outras inspecções periódicas, além das referidas na presente lei.

Artigo 8º
Dispensa de conformidade legal com os valores máximos de emissão de Dióxido de Carbono e ruído

Os motociclos históricos, desde que devidamente registados e associados a uma declaração de conformidade, estão dispensados de cumprir as limitações dos valores máximos de emissão de dióxido de carbono e ruído, constantes na legislação.

Artigo 9º
Regulamentação

O Governo regulamenta a presente lei no prazo de 120 dias.

Assembleia da República, em 20 de Maio de 2010
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://clubcasaleiro.forumportugues.com.pt
Bruno Carnaz

avatar

Mensagens : 973
Pontos : 4789
Data de inscrição : 17/06/2012
Idade : 40
Localização : Odivelas

MensagemAssunto: Re: Grande noticia a todos Casaleiros   Sab Jul 28, 2012 5:14 pm

O principio do reconhecimento.

cheers cheers cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
PJF

avatar

Mensagens : 102
Pontos : 3942
Data de inscrição : 24/04/2012
Idade : 38
Localização : Évora-Coruche

MensagemAssunto: Re: Grande noticia a todos Casaleiros   Sab Jul 28, 2012 6:23 pm

Tenho algumas reservas e dúvidas relativamente a este documento...
A que salta mais à vista é que em parte alguma do documento surge a designação "ciclomotor" categoria na qual se enquadra a minha Boss (conforme documento único) e tantas outras motorizadas por aí. Assim sendo quanto a mim, até que que veja publicad mais algum documento oficial, interpreto que tudo quanto aqui se diz aplicar-se-á apenas aos "motociclos". Que vos parece?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
F Nunes

avatar

Mensagens : 9315
Pontos : 15784
Data de inscrição : 15/03/2012
Idade : 46
Localização : cartaxo

MensagemAssunto: Re: Grande noticia a todos Casaleiros   Dom Jul 29, 2012 1:25 pm

finalmente saiu da gaveta já temia que ficasse esquecido , PJF se analisares bem vês que e referido baixas cilindradas e produção nacional que sub entende as 50cc sendo que a apresentação desta proposta se deve em grande parte a proteger as clássicas independentemente da cilindrada , pena que estejam a limitar com 30 anos pois a casos que ainda os não atingiram e estão a tornar obrigatório o futuro alargamento de inspecção ( ipo ) , a separação de cilindradas e potencia será seguramente regulada tal como dentro
da classe de motociclos já foi feito , caso dos modelos que podes conduzir com carta de ligeiros

_________________
F.Nunes

CASAL SEMPRE
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
José Ribeiro



Mensagens : 488
Pontos : 4290
Data de inscrição : 08/06/2012
Idade : 38
Localização : Paços de Ferreira

MensagemAssunto: Re: Grande noticia a todos Casaleiros   Dom Jul 29, 2012 1:42 pm

Boas
hoge esteve num encontro de classicas e reparei q a maior parte ainda circulava com matricula antiga. fiz a pergunta a varios e todos me diziam q era legal...ja tem mais de 30 anos Razz mais uma q fiquei aprender scratch scratch
Em questao a notiçia do topico, alguem sabe dar valores de custo para legalizaçao das tais de 50cc sem decomentaçao ?
compts e continuaçao
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 814
Pontos : 5724
Data de inscrição : 09/06/2011

MensagemAssunto: Re: Grande noticia a todos Casaleiros   Dom Jul 29, 2012 1:46 pm

companheiro nunes do que tenho conhecimento e já saiu a partir de Agosto deste ano todos os modelos 250cc => são obrigados apresentarem-se para inspecção periódica(são as mesmas regras que se aplicam nos automóveis) e o mesmo se aplica em motas classicas...para já não se aplica a nós,digo para já porque já se sabe que mais tarde vai calhar nas 125 classicas
o documento que apresentei e que criado por deputados do PCP significa apenas uma coisa
quem tiver uma motorizadas com 30 anos ou mais e nao tenha documentos já poderá requisitar os novos documentos no imtt nova matricula e poder circular nas estradas como dizia Fernando Pessa " e esta hein"


cumprimentos casaleiros
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://clubcasaleiro.forumportugues.com.pt
F Nunes

avatar

Mensagens : 9315
Pontos : 15784
Data de inscrição : 15/03/2012
Idade : 46
Localização : cartaxo

MensagemAssunto: Re: Grande noticia a todos Casaleiros   Dom Jul 29, 2012 2:37 pm

sendo assim as coisas estão mais adiantadas do que pensava esperemos que funcionem

_________________
F.Nunes

CASAL SEMPRE
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rui Teixeira

avatar

Mensagens : 1455
Pontos : 5546
Data de inscrição : 18/02/2012
Idade : 22
Localização : Porto / Amarante

MensagemAssunto: Re: Grande noticia a todos Casaleiros   Seg Jul 30, 2012 1:00 am

Ainda bem que fizeram o favor de reconhecer as motorizadas nacionais, em relaçao ao ruido e emissoes de co2 que referem em relaçao as nossas motos, elas sao mesmo assim "lentas e fumarentas" nao ha volta a dar xD, agora tambem esperava que se fisse o mesmo em relaçao aos carros classicos que como qlguns nao têm catalizador tambem emitem mais gases e mais ruido e parece que em lisboa ja ha uma taxa a pagar para quem andar com esses carros O.o, agora é que o pessoal das r1 e cbr's ta tramado se forem a inspecçoes Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
PJF

avatar

Mensagens : 102
Pontos : 3942
Data de inscrição : 24/04/2012
Idade : 38
Localização : Évora-Coruche

MensagemAssunto: Re: Grande noticia a todos Casaleiros   Seg Jul 30, 2012 1:06 pm

f nunes escreveu:
finalmente saiu da gaveta já temia que ficasse esquecido , PJF se analisares bem vês que e referido baixas cilindradas e produção nacional que sub entende as 50cc sendo que a apresentação desta proposta se deve em grande parte a proteger as clássicas independentemente da cilindrada , pena que estejam a limitar com 30 anos pois a casos que ainda os não atingiram e estão a tornar obrigatório o futuro alargamento de inspecção ( ipo ) , a separação de cilindradas e potencia será seguramente regulada tal como dentro
da classe de motociclos já foi feito , caso dos modelos que podes conduzir com carta de ligeiros

Pois, amigo nunes, continuo com dúvidas e vou ver se me consigo fazer entender. Apesar de nos referirmos as nossas queridas motorizadas como sendo de 50cc, na sua grande maioria estas estão registadas como ciclomotores de 49cc de cilindrada. No último encontro em que estive, estranhei ver uma macal m83 de matrícula branca: foi registada como tendo 50cc e por isso é um motociclo de baixa cilindrada e de fabrico nacional, que estaria assim dentro do que o documento refere.
Até parece que estou a ver o filme: compro uma casaleira antiga, registada como ciclomotor de 49cc, para restaurar; vou todo contente tentar accionar estes procedimentos e homologar para veículo de interesse histórico e os amigos do imtt dizem-me que "o veículo não se enquadra na categoria descrita em decreto-lei".
E a questão dos trinta anos parece-me exagerado, se bem que se devem estar a basear na definição da FIVA que também podemos ler no CPAA.
Veremos como vai ser...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
F Nunes

avatar

Mensagens : 9315
Pontos : 15784
Data de inscrição : 15/03/2012
Idade : 46
Localização : cartaxo

MensagemAssunto: Re: Grande noticia a todos Casaleiros   Seg Jul 30, 2012 1:21 pm

sem duvida vai no bom caminho , a questão do fumo facilmente se reduz usando a percentagem correcta e um óleo sintético ou semi sintético o ruído desde que se use escapes com silenciador ( originais ) também não e assim tão elevado , o que referes em relação aos carros clássicos penso que esta salvaguardado a já alguns anos , a restrição de circulação que referes em Lisboa creio fazer parte de um projecto extensível a todas as grandes cidades de portugal tal como existe pela Europa com a diferença do parque automóvel português ainda ser bastante velho ( não confundir com clássicos ) e poluente , contra mim falo pois sou proprietario de 2 ambos diesel sem catalisador um com 20 anos outro com 11 ambos carros de uso diário, sendo que não posso prescindir deles por falta de alternativas ( transportes públicos ) no caso das grandes cidades existe oferta razoável por isso quando vou a Lisboa costumo deslocar me neles a partir do parque das nações apesar de economicamente me ficar mais caro do que se fosse de carro ( desde que não pagasse parque )

_________________
F.Nunes

CASAL SEMPRE
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
F Nunes

avatar

Mensagens : 9315
Pontos : 15784
Data de inscrição : 15/03/2012
Idade : 46
Localização : cartaxo

MensagemAssunto: Re: Grande noticia a todos Casaleiros   Seg Jul 30, 2012 2:24 pm

PJF escreveu:
f nunes escreveu:
finalmente saiu da gaveta já temia que ficasse esquecido , PJF se analisares bem vês que e referido baixas cilindradas e produção nacional que sub entende as 50cc sendo que a apresentação desta proposta se deve em grande parte a proteger as clássicas independentemente da cilindrada , pena que estejam a limitar com 30 anos pois a casos que ainda os não atingiram e estão a tornar obrigatório o futuro alargamento de inspecção ( ipo ) , a separação de cilindradas e potencia será seguramente regulada tal como dentro
da classe de motociclos já foi feito , caso dos modelos que podes conduzir com carta de ligeiros

Pois, amigo nunes, continuo com dúvidas e vou ver se me consigo fazer entender. Apesar de nos referirmos as nossas queridas motorizadas como sendo de 50cc, na sua grande maioria estas estão registadas como ciclomotores de 49cc de cilindrada. No último encontro em que estive, estranhei ver uma macal m83 de matrícula branca: foi registada como tendo 50cc e por isso é um motociclo de baixa cilindrada e de fabrico nacional, que estaria assim dentro do que o documento refere.
Até parece que estou a ver o filme: compro uma casaleira antiga, registada como ciclomotor de 49cc, para restaurar; vou todo contente tentar accionar estes procedimentos e homologar para veículo de interesse histórico e os amigos do imtt dizem-me que "o veículo não se enquadra na categoria descrita em decreto-lei".
E a questão dos trinta anos parece-me exagerado, se bem que se devem estar a basear na definição da FIVA que também podemos ler no CPAA.
Veremos como vai ser...

percebo as tuas duvidas mas espero que sejam infundadas , essa questão das matriculas de cor branca sempre considerei confusa tal como o funcionamento da atribuição , mas esperemos que agora as coisas caminhem na Direcção certa o primeiro passo esta dado ,agora o tempo dirá a questão da cilindrada 49.9 na chapa de homologação ( construtor ) e 50cc nas tampas do motor tal como o registo de motores de 75cc e 80cc como se fossem 49.9 sempre foi uma questão burocrática que ajudou a proliferação das nossas maquinas e questões burocráticas levaram a que uma peça de plástico ( estrangulador ) para limitar a velocidade fosse considerado uma solução isto entre outras burocracias , a limitação de 30 anos preocupa me e espero venha a ser ajustada para a realidade do nosso parque de clássicas , a questão ciclomotor ou motociclo penso que não se põe por já estar prevista e ter surgido para separação de aguas ( habilitação de condução ) em 86 tirei a licença de condução de velocípedes com motor na câmara bastou identificar 3 sinais de transito numa vulgar agenda que tinha por baixo uma legenda a identificar o dito sinal , hoje em dia as coisas já funcionam melhor ,isto para dizer que estou convencido que vamos no bom caminho , sendo nessessario que seja dada formação especifica a quem vai administrar estes serviços tal como nas futuras inspecções ( ipo ) em que já vi inspeccionar um clássico ( carro ) como se fosse um doente terminal que era obrigatório abater

_________________
F.Nunes

CASAL SEMPRE
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rui Teixeira

avatar

Mensagens : 1455
Pontos : 5546
Data de inscrição : 18/02/2012
Idade : 22
Localização : Porto / Amarante

MensagemAssunto: Re: Grande noticia a todos Casaleiros   Seg Jul 30, 2012 2:27 pm

Hoje em dia também reparo um pouco na questão da diferenciação de matriculas, aqui em Amarante é normal ver-se DT's modelo igual , umas com matriculas amarelas e outras com matriculas brancas, é um pouco estranho quando ambas possuem o mesmo motor... scratch
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
F Nunes

avatar

Mensagens : 9315
Pontos : 15784
Data de inscrição : 15/03/2012
Idade : 46
Localização : cartaxo

MensagemAssunto: Re: Grande noticia a todos Casaleiros   Seg Jul 30, 2012 2:59 pm

exactamente , mesmo motor e características mas tratamento administrativo diferente creio que com base no estrangulador que na realidade foi a primeira coisa a desaparecer

_________________
F.Nunes

CASAL SEMPRE
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
PJF

avatar

Mensagens : 102
Pontos : 3942
Data de inscrição : 24/04/2012
Idade : 38
Localização : Évora-Coruche

MensagemAssunto: Re: Grande noticia a todos Casaleiros   Seg Jul 30, 2012 3:41 pm

f nunes escreveu:

percebo as tuas duvidas mas espero que sejam infundadas , essa questão das matriculas de cor branca sempre considerei confusa tal como o funcionamento da atribuição , mas esperemos que agora as coisas caminhem na Direcção certa o primeiro passo esta dado ,agora o tempo dirá a questão da cilindrada 49.9 na chapa de homologação ( construtor ) e 50cc nas tampas do motor tal como o registo de motores de 75cc e 80cc como se fossem 49.9 sempre foi uma questão burocrática que ajudou a proliferação das nossas maquinas e questões burocráticas levaram a que uma peça de plástico ( estrangulador ) para limitar a velocidade fosse considerado uma solução isto entre outras burocracias , a limitação de 30 anos preocupa me e espero venha a ser ajustada para a realidade do nosso parque de clássicas , a questão ciclomotor ou motociclo penso que não se põe por já estar prevista e ter surgido para separação de aguas ( habilitação de condução ) em 86 tirei a licença de condução de velocípedes com motor na câmara bastou identificar 3 sinais de transito numa vulgar agenda que tinha por baixo uma legenda a identificar o dito sinal , hoje em dia as coisas já funcionam melhor ,isto para dizer que estou convencido que vamos no bom caminho , sendo nessessario que seja dada formação especifica a quem vai administrar estes serviços tal como nas futuras inspecções ( ipo ) em que já vi inspeccionar um clássico ( carro ) como se fosse um doente terminal que era obrigatório abater

É daquelas situações em que espero estar enganado...
Bom, para já, no meu caso particular com a Boss, tudo na mesma: chapa amarela grande e não obrigatoriedade de inspecção periódica. Mas no caso do meu cunhado, com a MSC z404 de Luxo de 1964, que irá em breve entrar para restauro, as questões que se levantam são:

Poderá usar a chapa de matrícula pequena já ou só depois de restaurada, inspeccionada e averbada como veículo de interesse histórico?

Tem de ser inspeccionada, ou só depois de averbada como veículo de interesse histórico?

Qual a entidade onde podemos solicitar esse averbamento/ homologação?

Quais os valores para esses procedimentos?

Isso da licença era mesmo uma piada: Dez anos mais tarde, em 1996, tirei eu a minha licença de condução camarária de velocípede com motor auxiliar (atenção que já tinha a de velocípede e respectiva matrícula da bicicleta). Respondi a 40 sinais de trânsito e a 6 regras. A malta por vezes optava por tirar a licença nas vilas mais pequenas onde perguntavam um stop e pouco mais. Laughing
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
F Nunes

avatar

Mensagens : 9315
Pontos : 15784
Data de inscrição : 15/03/2012
Idade : 46
Localização : cartaxo

MensagemAssunto: Re: Grande noticia a todos Casaleiros   Seg Jul 30, 2012 3:51 pm

para a primeira parte IMTT mas duvido que já saibam responder , a licença e tal como dizes tirei a minha na vila da Sertã e ainda não tinha começado a dizer os sinais já tinha a guia para ir pagar a cereja no topo do bolo foi perguntarem me se tinha mota para ir fazer exame de condução menti disse que não e a resposta foi sabes andar de bicicleta ao que respondi que sim resposta então vai pagar e volta para levares a carta

_________________
F.Nunes

CASAL SEMPRE
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
PJF

avatar

Mensagens : 102
Pontos : 3942
Data de inscrição : 24/04/2012
Idade : 38
Localização : Évora-Coruche

MensagemAssunto: Re: Grande noticia a todos Casaleiros   Seg Jul 30, 2012 4:18 pm

f nunes escreveu:
para a primeira parte IMTT mas duvido que já saibam responder , a licença e tal como dizes tirei a minha na vila da Sertã e ainda não tinha começado a dizer os sinais já tinha a guia para ir pagar a cereja no topo do bolo foi perguntarem me se tinha mota para ir fazer exame de condução menti disse que não e a resposta foi sabes andar de bicicleta ao que respondi que sim resposta então vai pagar e volta para levares a carta

Muito bom Very Happy ! Eu fiz uma remessa de oitos na Boss até que o "examinador" se aborreceu de eu nunca por o pé de fora ou no chão e passou-me a guia para ir pagar e para me emitirem o cartão devidamente dactilografado à máquina de escrever.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
F Nunes

avatar

Mensagens : 9315
Pontos : 15784
Data de inscrição : 15/03/2012
Idade : 46
Localização : cartaxo

MensagemAssunto: Re: Grande noticia a todos Casaleiros   Seg Jul 30, 2012 4:29 pm

os 8 fiz na condução mas de motas mas graças aos conhecimentos e hábitos do instrutor e do examinador posso dizer que fui descobri los na tasca mais próxima a fazer degustação de penaltis tinto ( saíram de fininho depois de eu fazer o segundo dito mais tarde pelo instrutor ) quando me agradeceu ter ido procura los em vez de regressar ao local de saída bons tempos aqueles mas ainda bem que já não são assim pois hoje reconheço que aqueles facilitismos poderiam dar péssimos resultados

_________________
F.Nunes

CASAL SEMPRE
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rui Teixeira

avatar

Mensagens : 1455
Pontos : 5546
Data de inscrição : 18/02/2012
Idade : 22
Localização : Porto / Amarante

MensagemAssunto: Re: Grande noticia a todos Casaleiros   Seg Jul 30, 2012 5:10 pm

f nunes escreveu:
os 8 fiz na condução mas de motas mas graças aos conhecimentos e hábitos do instrutor e do examinador posso dizer que fui descobri los na tasca mais próxima a fazer degustação de penaltis tinto ( saíram de fininho depois de eu fazer o segundo dito mais tarde pelo instrutor ) quando me agradeceu ter ido procura los em vez de regressar ao local de saída bons tempos aqueles mas ainda bem que já não são assim pois hoje reconheço que aqueles facilitismos poderiam dar péssimos resultados

lol! Cada um aprende á sua maneira hehe, no meu caso a moto de condução da escola que era um monstro para mim pois nunca tinha pegado numa moto e aquela era mesmo pesada, Honda Cm 125 Custom, sempre que fazia os oitos fosse em plano ou numa subia punha o pe no chão porque o motor daquilo quando deixava de acelerar dava uma espécie de soluço e desiquilibrava, no dia de exame que foi em Vila Real estava tanto calor que o examinador so dizia para andar um pouco mais depressa mas o estupor levou-me para uma subida a pique e disse "Ora faça lá os 8's" e eu todo borrado la comecei e não é que para meu espanto tambem fiz sem colocar o pe no chão ? O segredo foi por sorte não deixar de acelerar e assim tinha sempre equilibro..
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
F Nunes

avatar

Mensagens : 9315
Pontos : 15784
Data de inscrição : 15/03/2012
Idade : 46
Localização : cartaxo

MensagemAssunto: Re: Grande noticia a todos Casaleiros   Seg Jul 30, 2012 5:50 pm

na ajs bastava o equilíbrio , nas modernas tens que trabalhar na base da embraiagem com acelerador um pouco enrolado , as subidas era normal , anormal era os responsáveis pelo exame irem para a tasca a meio do exame ( pelo menos podiam avisar ) Twisted Evil

_________________
F.Nunes

CASAL SEMPRE
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Henrique

avatar

Mensagens : 93
Pontos : 3681
Data de inscrição : 25/08/2012
Idade : 29
Localização : Penedono

MensagemAssunto: Re: Grande noticia a todos Casaleiros   Sab Set 01, 2012 11:17 am

ola amigos se bem compreendi quer dizer que com esta lei ja é permitido homologar as motoretas que tenham mais de trinta anos e que nao tenham documentes é isso?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
F Nunes

avatar

Mensagens : 9315
Pontos : 15784
Data de inscrição : 15/03/2012
Idade : 46
Localização : cartaxo

MensagemAssunto: Re: Grande noticia a todos Casaleiros   Sab Set 01, 2012 11:46 am

parece que sim , não se tratando propriamente de homologação mas sim de um novo registo ( atribuição de nova matricula e documentação ) com certificado que atesta o interesse histórico , já e um principio mas esperemos que alarguem um pouco pois continuam a perder se maquinas com menos de 30 anos e que também elas tem interesse histórico

_________________
F.Nunes

CASAL SEMPRE
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Henrique

avatar

Mensagens : 93
Pontos : 3681
Data de inscrição : 25/08/2012
Idade : 29
Localização : Penedono

MensagemAssunto: Re: Grande noticia a todos Casaleiros   Sab Set 01, 2012 2:36 pm

f nunes escreveu:
parece que sim , não se tratando propriamente de homologação mas sim de um novo registo ( atribuição de nova matricula e documentação ) com certificado que atesta o interesse histórico , já e um principio mas esperemos que alarguem um pouco pois continuam a perder se maquinas com menos de 30 anos e que também elas tem interesse histórico

mas é valido para todas as marcas? é que eu tenho uma Sachs 623 Cross e nao tenho os documentos e na xapinha ten as seguintes indicacoes:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

calculo que tenha vindo da alemanha... axa que neste caso tb sera possivel tratar de um novo registo?

e é diretamente na IMTT que se trata disso?

pois realmente 30 anos ainda é bastante mas pronto ja é alguma coisa!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
F Nunes

avatar

Mensagens : 9315
Pontos : 15784
Data de inscrição : 15/03/2012
Idade : 46
Localização : cartaxo

MensagemAssunto: Re: Grande noticia a todos Casaleiros   Sab Set 01, 2012 2:43 pm

não sei responder a esta questão , mas não se perde nada em tentar mais do que no imtt sugiro o acp ou a federação de motociclismo

_________________
F.Nunes

CASAL SEMPRE
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 814
Pontos : 5724
Data de inscrição : 09/06/2011

MensagemAssunto: Re: Grande noticia a todos Casaleiros   Sab Set 01, 2012 10:20 pm

companheiro Henrique sendo um modelo exportado o mais certo é ir ao imtt e questionar...sinceramente não consigo ajudar em relação ao modelo
mas esta lei é para todos os modelos e marcas com mais de 30 anos

cumprimentos casaleiros
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://clubcasaleiro.forumportugues.com.pt
José Ribeiro



Mensagens : 488
Pontos : 4290
Data de inscrição : 08/06/2012
Idade : 38
Localização : Paços de Ferreira

MensagemAssunto: Re: Grande noticia a todos Casaleiros   Sab Set 01, 2012 10:50 pm

boas
queria pedir opniao ou esclarecimento sobre o assunto q se fala sobre as motos com mais dos tais 30 anos.
q e o seguinte ;; tendo uma moto ja restaurada do ano 1961 da qual nao possuo os docomentos de um propietario ja faleçido, havera a hipotese de a legalizar ?'
o terei sempre de ter a declaraçao de herdeiros, mesmo nao sabendo de esistençia de tais ou residençia ??
compts
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Grande noticia a todos Casaleiros   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Grande noticia a todos Casaleiros
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Grande noticia a todos Casaleiros
» (CAMPO GRANDE/MS-Todos modelos): Mecânica Classe A - Sr. Maurício
» o maior de todos os buggys
» Esse email valeu por todos.....
» GS-500 Praia Grande-SP

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
CLUBCASALEIRO :: GERAL CASALEIRO :: Noticias no mundo das classicas-
Ir para: